12 fev

Bicitáxi: uma alternativa sustentável na locomoção em Afuá

A cidade de Afuá, localizada no Estado do Pará, possui o solo permanentemente alagado por conta do Rio Afuá, as vias são suspensas, constituídas por pontes em madeira e algumas em concreto. Daí surge o apelido de “Veneza Marajoara”. Em conseqüência disso, o uso de veículo motorizados e até mesmo motocicletas é proibido por lei municipal, pois segundo os moradores, esse tipo de transporte danifica as pontes.

Foto: à esquerda observa-se local onde trabalhadores do outro lado do rio guardam suas bicicletas; em seguida, imagem de uma adaptação em um ponto da cidade para a guarda de bicicletas.

Esta situação que aparentemente limitava a locomoção dos moradores os levou a criar uma nova alternativa, que alem de atender suas necessidades e de favorecer um deslocamento mais rápido pelas pontes, torna-se sustentável por não dispersar substancias químicas prejudiciais ao meio ambiente. Já que bicicletas e triciclos são os meios de transportes mais utilizados na cidade.

Existem os mais sofisticados, chamados bicitáxi, trata-se de uma invenção local que baseia-se na conexão de duas bicicletas, através de uma estrutura de aço, onde são acrescentados outros elementos como bancos, cobertura, amortecedor, painéis, volante, pára-choque, faróis,  caixa de marcha, freio de mão e até mesmo retrovisores e placas. Em alguns modelos, moradores criativos adicionam aparelhos de som e DVD que funcionam através de bateria automotiva.

Foto: Equipamentos encontrados nos bicitáxis: 01 – Volante; 02 – Porta malas e para choque traseiro de um bicitáxi; 03 – Bateria automotiva e para choque dianteiro; 04 – Caixa de som na parte superior de um bicitáxi.

O primeiro modelo de bicitáxi foi criado há 11 anos por Raimundo do Socorro Souza Gonçalves, o Sarito, que almejava uma solução para passear de bicicleta junto com sua família. Então, criou um veículo com três rodas em madeira com capacidade para quatro pessoas. Com o nome registrado em cartório, a invenção denominada de bicitáxi despertou a atenção de muitos afuaenses.

Desde então, o bicitáxi é um dos principais meios de transporte da cidade, as garagens das casas foram adaptadas para acomodar esse veículo que tem várias finalidades, além de passeio, serve como fonte de renda (transporte fretado de pessoas e pequenas cargas, comercialização de produtos, propaganda), ambulância, açougue, dentre outras.

Fotos: 05: Bicitáxi utilizado para anúncios e propagandas; 06: Bicitáxi utilizado para frete; 07: Adaptação em garagem para bicitáxi.

Segundo dados da prefeitura, pelas passarelas de Afuá circulam mais de 300 modelos, e ainda existe interesse por parte de turistas ou mesmo curiosos de outros estados em adquirir um bicitaxi. A cidade conta com três oficinas especializadas na montagem do bicitaxi, o custo de um modelo varia entre R$ 1,2mil a R$ 6 mil. O tamanho fica entre 80 centímetros a 1,20m de largura por 2m de comprimento.

Photos: Images of taxi-bike models in Afuá.
Imagens de modelos de bicitaxis encontrados em Afuá.

A necessidade fez do bicitaxi uma paixão, na qual proprietários ousados inspiram-se na confecção de modelos excêntricos e fazem referências a seus ídolos e gostos como marcas automobilísticas, TV, revistas, esporte e personalizam suas “magrelas” com bancos estilizados, pinturas, objetos e acessórios variados, aparelhos eletrônicos, iluminação. Outros mais criativos reinventam modelos conhecidos como Ferrari, jipes e até mesmo um bicitaxi batmóvel inspirado nos quadrinhos é possível ver nas passarelas de Afuá. Existe um evento batizado de Biciata, no qual bicicletas, triciclos e bicitaxis carinhosamente ornamentados disputam prêmios onde os critérios são regionalidade, criatividade e originalidade.

comentários

João Júnior 12/2/2011 - 23h 35

Gostei muito da reportagem sobre o bicitáxi, achei interessantíssima. O site , no geral, está ótimo!

Walter 15/2/2011 - 15h 44

Muito interessante.

eliakim 27/2/2011 - 17h 57

muito boa a reportagem!

deixe seu comentário

* Seu comentário:


two + 3 =